Querido pai,

Hoje todas as minhas lembranças estão ligadas à você. Sua imagem cantarolando alegremente enquanto nos apresentava suas músicas favoritas… Clássicos, tangos, óperas e antigas músicas brasileiras, tão frequentes em sua amada vitrola.

As viagens que fazíamos juntos, os passeios no parque municipal, as tardes de sorvete e o sabor dos pratos dos diferentes restaurantes que costumava nos levar.

Com você aprendi a apreciar a beleza dos pequenos detalhes do mundo e a aproveitar os momentos singelos da vida.

Lembro-me de sua garra, visão, dedicação e amor ao trabalho e a família, os meus maiores aprendizados.

Todos os dias quando acordo recordo-me de como me ensinou a acreditar nos meus sonhos e a ter fé e coragem para materializá-los. Do seu nome querido pai, veio a inspiração de um sonho que hoje comemora 07 anos. Não por acaso, no mesmo dia em que o senhor completaria 88.

Um espaço no qual recebo meus clientes com o mesmo carinho com o qual você cuidava de seus pacientes e escrevia seus livros (na máquina de escrever para qual olho todos os dias em busca de inspiração), herança do aprendizado que me deixou sobre o inestimável valor do respeito e das amizades. Graças a você, construí um espaço repleto de delicadeza, memórias afetivas e solidariedade, um espaço de encontros, acolhimento, emoção e encantamento, uma extensão de minha casa.

Sete anos se vão desde que o nosso primeiro cliente, seu ex-aluno que reconheceu uma foto do Dr. De Deus em nossa vitrine, fez a primeira compra. Sete anos de muitas histórias e uma quantidade incontável de memórias das quais tenho certeza, você muito se orgulharia.

A você meu pai, Quintiliano de Deus, o meu muito obrigado pela inspiração. E que venham os próximos sete anos.

Patrícia de Deus